Site TRT 19ª Região - MPT promove 2ª edição da exposição fotográfica “Trabalhadores”

Notícias

Notícias

16/04/2018 - MPT promove 2ª edição da exposição fotográfica “Trabalhadores”

MPT promove 2ª edição da exposição fotográfica “Trabalhadores”

Maceió/AL – A partir desta segunda-feira, 16, o Ministério Público do Trabalho (MPT) promove, no Maceió Shopping, a segunda edição da exposição fotográfica “Trabalhadores”. A mostra, realizada em alusão ao movimento “Abril Verde”, tem o objetivo de chamar a atenção da sociedade sobre a importância de medidas que garantam a saúde e segurança no ambiente de trabalho.

A exposição apresenta as condições de trabalho em segmentos com grande incidência de irregularidades relativas ao meio ambiente laboral. São fotografias sobre a construção civil, o trabalho portuário, o uso de amianto, a realidade dos vaqueiros nordestinos, o trabalho na indústria do gesso, dentre outros temas. As obras, de autoria de Geyson Magno, André Esquivel, Walter Firmo, Marlene Bergamo e Tibério França, foram extraídas dos livros “Trabalho” e “O Verso dos Trabalhadores”, publicados pelo MPT.

Para o procurador-chefe do MPT em Alagoas, Rafael Gazzaneo, a exposição é uma importante oportunidade para sensibilizar a população diante do direito que o trabalhador possui - garantido constitucionalmente - de realizar suas atividades em um ambiente laboral seguro.

As fotografias estão expostas no segundo piso do Maceió Shopping, próximo à loja Gregory, e seguem até 30 de abril. A exposição é realizada, simultaneamente, durante o mês de abril, nas procuradorias Regionais do Trabalho pelo país.

Campanha Abril Verde - A exposição integra o calendário de atividades, a serem realizadas durante o mês de abril, pelo movimento “Abril Verde”. Em Alagoas, a campanha é resultado de uma parceria entre a Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Alagoas (Ademi), Grupo Prevencionistas, Ministério Público do Trabalho (MPT), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), Serviço Social dá Industria (Sesi), Serviço Social do Comércio (Sesc), Sindicato da Indústria da Construção do Estado de Alagoas (Sinduscon), Sindicato dos Técnicos de Segurança do Trabalho no Estado de Alagoas (Sintestal), Superintendência Regional do Trabalho (SRTB/AL) e Tribunal Regional do Trabalho da 19ª Região (TRT/AL). O Movimento ainda conta com o apoio da Usina Coruripe, Liga Acadêmica de Saúde do Trabalhador (Last) e Maceió Shopping.

Custos à Previdência – No período entre 2012 a 2017, segundo dados retirados do Observatório Digital de Saúde e Segurança do MPT, acidentes de trabalho no país custaram mais de R$ 26 bilhões à Previdência Social - só em 2018, as despesas já somam quase R$ 800 milhões.

Denúncias - Em Alagoas, o Ministério Público do Trabalho registrou, apenas em 201, 498 denúncias de irregularidades relacionadas à saúde e segurança no ambiente de trabalho. Os problemas estão relacionados à acidentes de trabalho, atividades e operações insalubres, atividades e operações perigosas, uso de equipamentos de proteção individual (EPIs) e coletiva (EPCs), doenças ocupacionais, saúde mental no trabalho, ergonomia, condições sanitárias e de conforto, jornada exaustiva e implantação do Programa de Proteção de Riscos Ambientais (PPRA), Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO), Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT) e da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA).

Fonte: Assessoria de Comunicação MPT/AL.


 

FaceBook
  © Versão V.1.11 - 11/04/2018