Site TRT 19ª Região - Correição: 1ª VT de União obteve resultados positivos em importantes indicadores

Notícias

Notícias

12/07/2018 - Correição: 1ª VT de União obteve resultados positivos em importantes indicadores

Correição: 1ª VT de União obteve resultados positivos em importantes indicadores

No último dia 29 de maio, a Corregedoria do Tribunal Regional do Trabalho da 19ª Região (TRT/AL) realizou audiência pública de correição na 1ª Vara do Trabalho de União dos Palmares. Os trabalhos foram conduzidos pela vice-presidente e corregedora do TRT/AL, desembargadora Vanda Lustosa. A unidade apresentou prazos médios de prolação de sentenças de 10 e 9 dias para os ritos sumaríssimos e ordinário, respectivamente.

Também apresentou excelente desempenho na prolação de sentenças líquidas, com índice de 93,8%, bem superior à média regional, de 73,2%, sendo o terceiro melhor de toda a região.

Os dados analisados referem-se ao período de 1º de maio de 2017 a 30 de abril de 2018. Quanto aos prazos médios de audiências, a VT apresentou uma fase de conhecimento considerada célere, com um prazo entre o ajuizamento e o julgamento, para ambos os ritos, inferior a noventa dias, o que, de acordo com o relatório, gera um impacto positivo sobre o indicador tempo médio de duração do processo (TMDP).

O índice de execução, de 103%, foi ligeiramente superior à média do regional, que ficou em 101,5%. Essa performance colocou a taxa de congestionamento na fase de execução no terço das melhores médias de todo o Regional, em 73%, o que elevou o desempenho da meta referente a essa fase processual. O índice de processo julgado (IPJ), que foi de 113%,  superou o desejado, cujo percentual estipulado foi  de 100%+1 processo.

A taxa de congestionamento na fase de conhecimento apresentou o percentual de 17,2%, o quarto melhor índice da Região. No tocante às metas nacionais, considerando o período de janeiro a 30 de abril de 2018, verificou-se que a Unidade vem cumprindo integralmente as sete metas institucionais ao ter alcançado a pontuação máxima definida pelo índice de atendimento às metas, que foi preconizada entre 34 e 51 pontos. Esse desempenho lhe garantiu a 1ª posição entre as unidades de 1ºgrau. 

Após a leitura do relatório, a desembargadora Vanda Lustosa enalteceu a importância do uso da ferramenta Cadastro de Conhecimento, Liquidação e Execução (CCLE) para a correção das inconsistências -  prática que, segundo ela, tem sido disseminada em todo o Regional com o apoio imprescindível da Coordenadoria de Apoio às Varas  (CAVT), que tem realizado um trabalho de excelência, devido ao comprometimento de todos os servidores. O juiz Luiz Carlos Monteiro Coutinho, titular da Unidade, externou sua satisfação com os resultados obtidos e dividiu o sucesso com toda a equipe da Vara. 

O secretário da Corregedoria, Auricélio Ferreira Leite, salientou a importância do  Índice Nacional de Gestão de Desempenho (iGest) - nova ferramenta que, em síntese, congrega uma série de indicadores estatísticos, que são exibidos de forma comparativa, de grande utilidade para o gerenciamento do trabalho nas unidades e nos Regionais e para aferição dos respectivos desempenhos. Da apreciação dos dados do iGest, verificou-se que a Vara está inserida no conjunto das unidades com desempenho mais eficiente dentro do Regional, sendo a 5ª colocada nesse ranking. 

Acesse a Ata aqui.

FaceBook
  © Versão V.1.15 - 03/07/2018