Portal TRT 19ª Região
Acessibilidade -
Portal TRT 19ª Região

Noticias Anteriores

Juíza Alda Barros fala sobre Constelações Sistêmicas em evento jurídico em Vitória

A juíza titular da 9ª Vara do Trabalho do Tribunal Regional do Trabalho da 19ª Região (TRT/AL), Alda de Barros Araújo, ministrou nos dia 22 e 23 de setembro, em Vitória/ES, aulas no curso de Formação em Constelações Sistêmicas com Enfoque Jurídico.  O objetivo do curso é capacitar os participantes para utilização do pensamento sistêmico e da constelação familiar como instrumento de resolução de conflitos no Judiciário e em diversas áreas organizacionais e empresariais. 

          De acordo com a magistrada, o assunto vem ganhando espaço no Poder Judiciário no Brasil desde 2012, quando utilizada a técnica pela primeira vez pelo Juiz de Direito da Bahia, Sami Storch. A partir de então, vários Tribunais aderiram à prática, reconhecida pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) como método auxiliar à obtenção de uma solução conciliada. Ela esclarece que o conhecimento acerca desse método consiste em mais uma possibilidade para ampliar as opções de abordagem dos juízes, bem como para expandir o olhar e aguçar a percepção do profissional para entender a fundo os conflitos que geram as demandas não apenas na Justiça Comum, mas também na Justiça do Trabalho, facilitando a realização da paz social e o restabelecimento de laços entre as partes. 

          Ainda segundo a juíza, o curso visa promover  a capacitação de profissionais da área jurídica para atuação em fases de conciliação e mediação e tem como base a humanização das relações à luz do pensamento sistêmico. 

          O assunto está alinhado à Política Judiciária de Resolução de Conflitos traçada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) relativo à Justiça Restaurativa, que tem foco na reconstrução das relações humanas e na conscientização da cultura da paz.

          Alda de Barros Araújo explica que já está utilizando em seu cotidiano de trabalho a técnica sistêmica e tem obtido bons resultados. "Recentemente pude confirmar o êxito da abordagem ao assistir, ao final de uma audiência em processo com pedido de dano moral decorrente de alegação de violação a direito de personalidade, as partes se abraçarem espontaneamente, após o fechamento de uma  conciliação que inicialmente parecia muito difícil. Presenciei mais uma vez o ressurgir da essência nas pessoas que estavam em conflito, proporcionada por meio de técnicas simples decorrentes da aplicação das leis sistêmicas, que têm por base e finalidade a restauração da sociabilidade e a harmonia nos relacionamentos interpessoais", destacou.

          Constelação Familiar no Judiciário - A técnica criada pelo psicólogo alemão Bert Hellinger busca mostrar às partes o que há por trás do conflito que gerou o processo judicial, facilitando o ajuste das leis sistêmicas violadas no curso das relações interpessoais. A metodologia é voltada para o autoconhecimento, visa descobrir e reconhecer como as questões mal resolvidas dos antepassados e os desequilíbrios atuais das relações afetam o livre fluxo da vida. 

      Foto: Clarissa Leal

           


      

Avenida da Paz, 2076 - Centro/ Maceió - Alagoas - CEP: 57020-440
Tel: 0 xx (82) 2121-8299 - CNPJ: 35.734.318/0001-80
Horário de funcionamento: 7h30 às 15h30 - Atendimento ao público: 7h45 às 14h30, de segunda a sexta-feira, exceto nos feriados.

Atualizado em 23/08/2017