Site TRT 19ª Região - Juíza fala sobre prevenção de enfermidades e adoecimento mental em visita realizada a hospital

02/12/2019 - Juíza fala sobre prevenção de enfermidades e adoecimento mental em visita realizada a hospital

Juíza fala sobre prevenção de enfermidades e adoecimento mental em visita realizada a hospital

Na última quinta-feira (28.11), a juíza Carolina Bertrand, gestora regional do Programa Trabalho Seguro, realizou mais uma visita a um centro hospitalar de Maceió. A iniciativa deu continuidade ao cronograma de ações iniciado no mês de agosto, que visa chamar atenção para a importância da prevenção de enfermidades relacionadas aos trabalhadores da saúde. Desta vez, a unidade visitada foi o Hospital Arthur Ramos. Na ocasião, a magistrada esclareceu quais são os casos que tipificam o assédio moral e transmitiu dicas acerca de seu enfrentamento.

Durante a visita, a juíza Carolina Bertrand conduziu uma roda de conversa com gestores, coordenadores e chefes de setores do hospital, na qual abordou a temática " Violências no trabalho", desenvolvida pelo Tribunal Superior do Trabalho para o biênio 2018/2020.  Ela abordou um histórico de todas as campanhas já desenvolvidas pelo Programa Trabalho Seguro, com a finalidade de consolidar a cultura da prevenção de acidentes em todos os segmentos das classes de trabalhadores. Segundo a magistrada, atualmente o foco da campanha é a área de saúde - uma das mais afetadas pelos adoecimentos psíquicos, estresse, depressão, entre outros.

Na oportunidade, ela frisou que o assédio moral é uma situação de rebaixamento moral e emocional. "Às vezes, a pessoa é vítima de assédio moral e não percebe. Ela internaliza -  e é aí que adoece. A dor da estrutura física é bem perceptível. Todavia, a dor psíquica é difícil de se observar. O grande desafio das organizações é perceber o valor humano, a dignidade", destacou.

Ainda de acordo com a juíza, a prevenção é a melhor maneira de enfrentar esse tipo de violência contra o trabalhador. “O ideal é usar a comunicação não violenta, pois coisas simples poderiam ter sido resolvidas com um diálogo respeitoso. Se uma empresa ou órgão tem um ambiente destinado para escutar o trabalhador, investigar e oferecer respostas para a pessoa com problema, isso já é um grande apoio”, explicou. 

A juíza Carolina Bertrand foi recebida pelo diretor administrativo do hospital, Alan Gama, e pelas profissionais Carolina Blanca, advogada, e Shirley Protásio, gestora de Recursos Humanos.
Após a roda de conversa, a magistrada conheceu a nova unidade de terapia intensiva neonatológica e pediátrica, que será inaugurada em janeiro de 2020, e terá 10 leitos. O hospital tem mil profissionais, entre colaboradores e terceirizados, atende 8 mil pacientes mensalmente na emergência e 10 mil em ambulatórios.

As visitas às unidades hospitalares e a seus setores administrativos vêm sendo realizadas pelas gestoras regionais do Programa Trabalho Seguro no TRT/AL, juízas Carolina Bertrand e Bianca Calaça. De agosto a novembro deste ano, as magistradas já visitaram os Hospitais Universitário, Sanatório,Veredas, Unimed e Arthur Ramos.  

CLIQUE AQUI PARA VER A GALERIA DE FOTOS